.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28

.babadices

. coisas que me chateiam..

. é só comigo?

. decisões

. dúvidas...

. e porque informações nunc...

. coisas minhas

. coisas minhas

. formas de agir, formas de...

. crianças e peixe

. coisas minhas

.babas antigas

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

coisas que me enervam....

eu não sei se sou eu que sou extra-terrestre ou se os outros são completamente desprovidos de bom senso...no espectaculo do Ruca, muitos miudos saiam de ao pé dos pais para ir para ao pé do palco...tudo muito giro e tal...ficam mesmo encostados ao palco, maos a agarrar o chão do palco pertissimo das personagens.

 

Os seguranças, um de cada lado, passaram o espectaculo todo a afastar os miudos que chegavam mesmo ao pé do palco, chegavam a ter que pegar os miudos ao colo e po-los nas escadas perante a completa passividade dos pais.

 

Para além de perturbar o espectaculo e as pessoas das 1ªas filas que tinham que ver as crianças e os seguranças será que não lhes passa pela cabeça que aquilo tem muitos botões, muitos fios, muita eletricidade por ali????o segurança explicou que aquele sitio era uma placa elevatória e que era perigoso porque podiam pisar alguma coisa que fizesse aquilo levantar ou baixar, pois não serviu de nada....

 

No domingo, fomos a um centro comercial (em oeiras) que tem um parque de actividades para miudos juntamente com aqueles carros suga moedas:o)), pois numa das partes do parque , por cima da estrutura, ou seja, os miudos andam la em baixo e depois tem umas laterais a dividir os parques segundo idades, e havia miudos que trepavam e andavam por cima da propria estrutura pondo-se em risco não só a eles como aos outros que andavam a brincar la em baixo, pois que até la tinha  um aviso...pois que os seguranças também la tiveram que ir uma série de vezes....e depois queixam-se que ha azares e que as coisas não têm condições....

sinto-me: irritada
publicado por maebabada às 10:00

link do post | babadelas | ver comentários (16) | favorito
Sexta-feira, 13 de Março de 2009

escolhas

Eu sempre fui pessoa ponderada, racional, chata até... :o)) gosto de pensar bem nas opções antes de me decidir.

Desde que conheci o N ele transmitiu-me alguma da sua impulsividade e eu incuti-lhe algum pensar antes de agir.  Depois do G. ter nascido, não só penso antes, como às vezes penso depois, numa de análise para me certificar que tomei/tomámos as decisões certas.

 

Tendo uma casa em venda ha mais de ano e meio é inevitável pensar: será que nos precipitámos? será que deviamos ter esperado pela venda da outra para comprar esta? Com a chegada desta crise, ficámos um bocadinho com o menino nos braços porque nunca, mas nunca nos passou pela cabeça que demorasse tanto, 1º porque o N. é um optimista :o)), depois porque a casa é boa, tem umas áreas muito dificeis de encontrar hoje em dia e tem uma localização optima também e também porque aquelas casas sempre se venderam muito bem.

 

Se custa? claro que custa! pagar 2 casas não é facil (se bem que a descida das taxas de juro foi uma benção, desçam, desçam, desçam!!!!!) e é sempre a acumular despesas....

 

 

se me arrependo? não, não me arrependo, sinto que tomámos a opção que tinhamos que tomar, ou tinha sido naquela altura ou não era, porque a casa para onde mudámos era a ultima que estava á venda naquele sitio. É um sitio optimo,  e para o G. é um privilégio poder crescer num sitio assim com tanto espaço à disposição, temos um ambiente optimo com os vizinhos e muitas crianças para o G. brincar.

 

Tristeza? Alguma... mudámos essencialmente porque era um sítio optimo para criarmos os nossos filhos ...e o meu relógio biológico quer este plural...

E quando penso neste assunto, não posso deixar de sentir que tenho tudo um bocadinho em pause à espera que isto se resolva para deitar mãos ao futuro.

sinto-me: em pause
publicado por maebabada às 10:00

link do post | babadelas | ver comentários (18) | favorito
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

porque vi no blog da Noc@s e tive curiosidade...

SE VOCÊ FOSSE UMA MÚSICA DOS U2, QUAL SERIA?
Você é… ‘One’:
Você tem muito amor para dar. Sente com grande energia aquilo que acontece, não só a si, mas também aos outros. É sensível e não tem pruridos em rir ou chorar diante de desconhecidos, porque as emoções são parte fulcral do ser humano. Acredita no valor das pessoas e gostava de ir para a rua com um cartaz dizendo “Abracinhos Grátis”.

“One love
One blood
One life
You got to do what you should”

 

ó pra mim a distribuir abracinhos grátis!!! (é um bocadinho excessivo...um sorriso e bom dia distribuo todos os dias, agora abracinhos....epá só se for a gente bem arranjada!!!!!!!!!!

 

 

sinto-me: the one(o mournho que se cuide
publicado por maebabada às 10:47

link do post | babadelas | ver comentários (8) | favorito

utilidades..

E para quem pandoras ou outras pulseiras parecidas e sofre do mesmo problema que eu..não consigo apertá-la sozinha...que chatice! até ja cheguei a sair de casa com a pulseira no bolso à espera de encontrar uma alma caridosa...este produto é uma maravilha..

www.dmail.pt/prodotto.php?cod=173193-104&PHPSESSID=0df5ed185cb8173 - 28k

 

é uma coisinha simples, de plastico não chega a € 5 e dá uma sensação de autonomia, ao genero, yes I can!:o))))

sinto-me: autónoma
publicado por maebabada às 10:25

link do post | babadelas | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 6 de Março de 2009

mala

 
para quem gosta de organização e se queixa de malas desarrumadas, dêem um espreitadela em www.butlerbag.com. (não consegui por aqui a imagem...), muito fixe! Não tenho, mas gostava!
 
 
sinto-me: organizada
publicado por maebabada às 11:05

link do post | babadelas | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 3 de Março de 2009

Antes de G. - Depois de G.

E faz hoje 3 anos que nasceste...e a nossa vida quase se pode dividir em Antes de G. e depois de tu nasceres...eras uma coisa pequenina, mesmo pequenina, mas mudaste tudo!

 

Sempre sonhei ser mãe e posso dizer que és o filho com que sempre sonhei, és um castiço! Não é apenas o amor de mãe, é a sensação de que és uma criança com que dá gosto estar, és bem disposto, fazes-me rir, enches uma casa...

 

O teu feitio...é 5 estrelas, não dás grandes stresses, não chateias muito...fazes questão em agradar, ha dias em que perguntas 5-6-7 vezes "tou a portar-se bem mãe?" ou "portei-se muito bem mãe?", "tás contente comigo?", esta vertente espero que se va desvanecendo porque não quero nenhuma maluca a aproveitar-se desse coração mole que tens!:o))))

 

Birras? POucas, hoje em dia é mesmo muito raro.

Daquelas de berrar, bater com os pés no chão e afins..nunca fizeste

Teimoso? sim, muito, mas fácil de contornar para outra teimosa , basta desviar a atenção e deixar-te crer que estas a fazer porque tu queres...se eu teimar, somos dois a teimar se eu o distrair, ele acha que esta a fazer o que quer (também é bom para a construção da personalidade conseguir alcançar os seus objectivos) e eu levo a minha avante...:o))))

ùnico senão...a comida, até comes bem, a sopa vai depressa, o resto é preciso sempre paciencia, imaginação...acabas por comer tudo mas é uma luta contra a preguiça para comer,  é raro sentir que tens mesmo fome e que te apetece comer...a mim custa-me, porque és magrito e sempre que ficas doente é uma preocupação adicional porque é facil perderes peso!

 

O que mudou?

em mim... por um lado amoleceste-me, por outro tornaste-me mais forte. Sorrio mais, desculpo mais, relativizo mais, tudo pelo meu nucleo duro, pouca coisa vinda de fora me incomoda.

Tenho mais certezas e mais seguranças, em mim e em nós, sei que sou mulher, profissional, dona de casa, mas em momento de aflição sou acima de tudo mãe.

 

nele... mudou o sono...o teu pai quando dormia podia cair a casa que ele não acordava, agora, continua igual, a casa pode cair, mas basta um "paiii" para se levantar da cama de um salto, menos impulsivo um bocadinho, embora o seja muito mais que eu, mais romantico comigo, muito carinhoso contigo, muito pai.

 

em nós...já não somos aquele casal que ia ao fim do dia ao ginásio, comia por la qualquer coisa e depois ia a casa de amigos ou dar um passeio, também ja não somos aquele casal que à sexta à tarde partia rumo ao algarve para vir segunda de madrugada ..mas somos um casal que continua a adorar estar junto e que continua a gostar de passear, mais a 3 que a dois, menos impulsivos porque tu implicas alguma logistica para transportar :o)) Somos cada vez mais um casal, forte, coeso, aquelas cedências necessárias no inicio, deram lugar a uma convivencia sem stress, ambos sabemos o que faz o outro feliz e o que o chateia,  é tão fácil estarmos juntos.

 

a nossa casa...também essa mudou e também essa muito por ti, pelo espaço que tens, pelas brincadeiras que podes fazer, pelos amigos para brincar...

 

Acho que todas as mudanças foram para melhor, gosto mais de mim, gosto mais dele, gosto mais da nossa casa. Gosto muito de nós, gosto muito de ti.

sinto-me: mulher, mãe... eu
publicado por maebabada às 09:53

link do post | babadelas | ver comentários (30) | favorito
Segunda-feira, 2 de Março de 2009

doença-cura- update

e sexta ainda teve febre e sabado também....e domingo ja não! Ufa!

 

foi por um dia que escapou de ir ao médico...falámos com o pediatra dele (que não estava cá mas estava contactavel por telemovel), e ele disse que devia ser uma virose se não tinha mais nada para além da febre, mas que se domingo ainda tivesse era melhor ir mesmo às urgencias porque o 5º dia de febre já não pode ser...

 

E portanto, foi com grande alivio que de sabado para domingo não acordou de noite com febre... eu sei que os hospitais servem para isso mesmo, eu sei que os médicos estão la para isso e nem tenho razões de queixa, mas a ultima vez que fomos com o G. ao hospital ele ficou internado uma semana e pronto, pensar em ir ao hospital da-me sempre um aperto no peito, uma ansiedade, uma angustia...

 

Não sou de grandes dramas nem filmes, mas é impossivel não me lembrar daqueles dias...eu pessoalmente não gosto de pensar/falar/escrever nas coisas menos boas que me/nos aconteceram/acontecem, não é por querer que pensem que a minha vida é 5 estrelas ou 100% cor-de-rosa, mas é porque é a minha forma de lidar com as coisas...secalhar psicologos chamar-lhe-iam negação ou incapacidade de lidar com isso, eu pessoalmente não acho, eu consigo enumerar as coisas más que ja aconteceram, consigo falar delas, simplesmente não gosto de o fazer...sou emotiva e pensar em momentos maus não me faz pensar apenas nos factos, transporta-me para os locais e relembro os sentimentos com a mesma intensidade. Ora, para mim, o passado é passado, se for bom, lembro-o e falo disso porque me faz feliz e fico bem disposta, se foi mau...para quê falar sobre isso...relembrar, sentir de novo...

 

E acabei de perceber o grande problema de não preparar os posts e de escrever o que vai dando na cabeça....vim aqui para dizer que o puto parece ja estar 5 estrelas e ja vou na minha filosofia de vida...ganda maluca!

sinto-me: desbocada
publicado por maebabada às 10:49

link do post | babadelas | ver comentários (18) | favorito
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

pensamentos meus

Ainda o dia dos namorados...

Nessa noite, o G. foi namorar com os avós e nós fomos jantar os dois. Tinhamos feito reserva e ainda bem que aquilo estava cheio que não cabia mais ninguem. Aliás, quando chegámos (uns 10 minutos antes da hora) tivemos que esperar que nos arranjassem a nossa mesa.

 

Ora, estando em pé sem nada para fazer...olhamos para os outros não é? chamem-lhe análise sociológica, não ter mais nada para fazer ou cusquice pura...demos conosco a apreciar os casalinhos que lá estavam :o))

 

Pois não observámos muitos porque a nossa atenção se prendeu com um casal de 20 e poucos, notoriamente namorados. Pois aquelas  duas alminhas, o tempo todo que estivemos ali à espera não trocaram uma palavra um com o outro..

- não, não estavam chateados, porque nos breves momentos em que cruzavam olhares, sorriam;

- não, não eram mudos porque os ouvi a falar com o empregado de mesa;

- não não estavam embrenhados em nenhum programa de tv ou telemóvel.

Estavam parados, um em frente ao outro, a olhar para o ar, para a mesa, para tudo e mais alguma coisa sem dizer palavra...notoriamente o unico problema era falta de assunto...

 

Epá eu sei que é feio cuscar os outros e ainda mais falar da vida dos outros, mas como é que um casal tão novinho, que concerteza janta junto poucas vezes por semana, no dia dos namorados não tem nada para dizer...e pior...ainda o jantar ia no inicio...se posso deixar aqui um conselho ...falem, digam tudo e mais alguma coisa, por mais disparatado que pareça, é assim que as pessoas se conhecem e cumplicidades nascem...

 

depois sentámo-nos e ja não vi mais o casalinho, mas deu-me vontade de lhes dar um choque de energia!

sinto-me: cusca
publicado por maebabada às 10:27

link do post | babadelas | ver comentários (20) | favorito

.links