.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28

.babadices

. quase, quase, quase...

. dia nos namorados...

. eles

. noticias

. fim de semana

. to do list 2011

. eles

. eles

. natal e passagem de ano

. feliz natal

.babas antigas

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

.idade do G.

baby growth

.idade da M.

Lilypie First Birthday tickers
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

coisas minhas

Desde que engravidei mudei a ginastica que fazia normalmente para hidroginastica por ser mais suave e por dentro de agua não se sentir o peso da barriga.

 

A prof. de hidro também esta grávida, de mais umas semanas que eu mas tem uma barriga bem mais pequena, mas por um lado é o 1º filho dela, por outro é uma atleta ...coisa que eu embora me esforçe não sou nem de perto nem de longe... mas isto para contar que no outro dia no fim da aula naquelas conversas normais de esta tudo bem e blblabla, uma sra. se põe com esta conversa para ela:

- a sua barriga ainda está tão pequena (dito enquanto olhava com um ar pesaroso para a barriga da moça)

e ela:

- é...não esta muito grande...

- mas tem ido ao médico?

- sim...(diz a rapariga ja com uma voz um cadinho sumida)

- é que está mesmo pequena a barriga.....e sente o bebé mexer?

- sinto....(a voz da rapariga ja mal se ouvia enquanto os olhos mostravam assim um misto de tristeza e insegurança)

eu virei costas que aquilo me estava a incomodar...lembrei-me da minha 1ª gravidez e lembrei-me das parvoices que me disseram, das inseguranças que causaram e do que eu chorei à conta de conversas estupidas de pessoas que não devem ter mais nada que fazer que andar a ver se minam a felicidade dos outros...eu acho que nunca como durante a gravidez as pessoas sob uma capa de suposta preocupação me disseram tantas coisas antipaticas desde:

- estas a comer camarão????? com voz de panico...seguido de um " ai que isso pode fazer tão mal ao teu bebe..."  (e eu sou maluca e nem perguntei ao medico nem nada!)

- olha que tens que ter cuidado porque se engordas muito depois ficas gorda e vais ficar deprimida depois do parto.... (e se engordar de quem é o problema??)

- ah ja estas com o corpo deformado, isto as crianças fazem mesmo mal ao corpo de uma mulher.... (esta então.....ok, uma barriga grande muda o corpo mas dai a dizer que fica deformado....)

palavras destas ditas a uma gravida com as hormonas aos saltos, gravida de 1ª viagem e com inseguranças próprias provocaram lagrimas e lagrimas, muito eu chorei no ombro do meu gajo que se fartava de dizer: mas tu estas optima, o que te interessa o que essa gente diz!? cito: caga nesse pessoal todo!

 

Mas sei la porquê interessava! e magoava...e deixava-me incapaz de responder...se houve coisa que a maternidade mudou em mim (ou talvez a idade, não sei bem) foi a segurança, tornei-me mais segura de mim, não me interessa para nada o que tenham para me dizer, só quero saber do meu filho e do meu marido, o meu porto de abrigo é que verdadeiramente me interessa, o resto, sim, é familia, são amigos, e gosto deles, mas é diferente! coincidencia ou não, ninguem me disse ainda nada deste genero nesta gravidez...e agora que eu tinha resposta pronta!:o))) ja me imaginava, achas que engordei?! olha eu ia dizer-te o mesmo, até achei que devias estar gravida mas depois lembrei-me que ja es velha para isso!

 

 

sinto-me: gravida barriguda com orgulho
tags:
publicado por maebabada às 10:26

link do post | babadelas | favorito
22 comentários:
De C. a 22 de Outubro de 2009 às 11:15
Grávida sofre!!!! Eu lembro-me de se meterem comigo só a meter medo do parto, e com histórias horripilantes!
A verdade é que tive dois, e do segundo ( da primeiar menos) também respondi umas quantas vezes ( não me aguentei).
Tudo a correr bem ;)
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 11:36
sim, nem me lembrei disso....de historias terriveis, com forceps e ventosas e cordoes umbilicais enrolados....ai que simpatia:o)))))

beijocas
De Sandra a 22 de Outubro de 2009 às 11:16
quando engravidei pela primeira vez, aconteceu-me uma engraçada.
Uma amiga nossa, que casou na mesma altura, quando me viu, disse-me assim; ai de calças?
Assim ,não se ve a barriga, e esta pequenina deve ser um bebé muito enfezado...passado um ano estava ela gravida..sabes o que eu lhe disse?
Credo, o teu marido encheu-te bem de ar, pareces um balão!!!
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 11:36
as pessoas deviam aprender a estar caladas é o que é:o))

beijocas
De mamaepedro a 22 de Outubro de 2009 às 11:25
Eu sou profissional nesse aspecto, nunca ouço nada do que me dizem, é que não me atrapalha mesmo, sei que a maior parte o diz por gostar de nos fazer sentir mal e porque a inveja é tramada.
Eu vivi numa aldeia pequena que aquando o divorcio dos meus pais, foi um falatório do pior, então isso fez com que tudo o que pudessem dizer eu nunca me importaria, é isso e estarem a falar comigo, tipo a repreenderem-me e eu consigo desligar e não ouvir nadinha :o)))))))
E nisso da gravidez sempre tive a certeza que se engordassemos pouco na gravidez, tudo ia ao lugar (que não foi o meu caso, que parva engordei 19 kg, mas mesmo assim recuperei bastante bem)
Ignorar é o melhor remédio ;o)))

Beijokas
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 11:35
eu acho que as pessoas deviam pensar se o que têm para dizer é bom e traz algum beneficio a quem ouve ou não...é claro que se uma pessoa engordar pouco recupera mais facilmente, isso é indiscutivel, mas dizer a uma gravida à hora da refeição que não deve comer isto ou aquilo porque vai engordar acho um disparate, a mim so dava vontade de comer mais:o))

beijocas
De mil sorrisos a 22 de Outubro de 2009 às 12:08
Acho que todas as grávidas passam por esses comentários. Pessoalmente sempre me mantive calma e nunca entrei em parafuso com os disparates que me diziam, mas às vezes dava vontade de disparatar com tanto disparate! Haja paciência!
beijos e Mil Sorrisos
:o))
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:31
eu acho que depende de como nós estamos, e eu ainda era uma chevalita e nessa altura magoavam-me, mas agora sou mulher de barba rija (salvo seja...:o))

Mas está ai uma ideia para um livro "os maiores disparates que ja se disseram a uma mulher gravida" :o))

beijocas
De Igraine a 22 de Outubro de 2009 às 12:10
Meninas, vocês não imaginam o tipo de coisas que já me disseram... Desde "vais enjoar imenso", "nos últimos tempos nem vais poder andar", "descansa agora porque nunca mais descansas na vida", "nunca mais vais ter férias", até "tás gorda", "pareces um lutador de sumo", "tens comido", "agora parece tudo muito bonito, vais ver depois", "é horrível, um horror, um medo... mas o sorriso compensa"... ... ... ... ... E por aí fora!!! No início também chorava imenso, juro. agora também aprendi a desligar ou a responder. Ah, agora pessoas que nunca fizeram uma cesariana na vida andam-me a chatear com a cesariana (que é como a minha moçoila vai nascer): "ai as dores, vais ter umas dores horríveis, nem te vais poder mexer!...."
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:29
ui...à medida que o parto se aproxima é terrivel...vais ouvir as historias + horripilantes e mais aterrorizadoras que podes imaginar..o pesadelo em elm street vai parecer-te uma boa historia para dormir:o))))

a sério, na 1ª gravidez houve alturas em que ficava mesmo triste, chegava a evitar almoços e jantares porque sabia que ia la estar determinada pessoa que primava por esses comentários...mas hoje em dia venham eles... quem sabe da nossa gravidez e do nosso filho somos nós, sim, porque quando o bebé esta ca fora acho que ainda é pior....nos 1ºs tempos toda a gente te vai dizer como é que o deves por a mamar, a arrotar, a dormir...ha 1001 teorias..o melhor é comprares uns bons phones e dizeres que sim com a cabeça;o))))

beijcoas
De mother_24 a 22 de Outubro de 2009 às 12:11
E o mais ridiculo, é que as bocas mais foleiras vem de mulheres que já pasaram pelo mesmo!!!!

Pena é n poderes dar essa bocarra a alguma ignorante dessas pá, isso é que era LOLOL

jocas
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:25
mas é isso mesmo! é que os homens ficam calados, respeitam...perguntam se estamos bem e se o bebé está bem...afinal é o que interessa ou não???

opá ja pensei na proxima festa a que for começar a comer que nem uma louca para alguem mandar a piada e eu poder extravasar;o)))))))

beijocas
De Mamã e Tesourinhos a 22 de Outubro de 2009 às 12:23
Na altura em que eu estava grávida do Pipo tive vária(o)s colegas que também andavam de esperanças. Chegou um dia em que se estava a discutir percentis e medidas e ecos e sei lá mais o quê e eu pus-me a pensar que o que realmente me interessava qd ía às consultas era saber se o bebé estava bem, se eu estava bem e o que é que podia esperar até à próxima consulta. Para teres uma noção, qd foi do Pipo nem cheguei a fazer a eco morfológica porque a médica disse que não era necessário. Só a mandaria fazer se tivesse alguma dúvida (entretanto ela mudou de opinião).

Quanto ao tamanho da barriga, tenho uma amiga que nunca fez barriga. Segundo ela, o útero estava a crescer para trás(?)... Eu ao contrário fiz duas enormes!!!

Fica bem.
Bjs.
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:23
eu acho um absurdo comparar essas coisas...é como teres o miudo e depois andarem a comparar se o outro vizinho da mesma idade ja anda ou ja fala ou ja conta até 10 em chines...haja paciencia:o)))))

eu faço barrigas grandes...acho eu que como sou pequena os miudos não devem ter muito espaço para onde crescer portanto tem que ser mesmo para a frente:o))

beijocas
De Noc@s a 22 de Outubro de 2009 às 12:54
Essas coisas não interessam nada... Cambada de anormais :PPPPP O que interessa são as pessoas que gostam de nós e essas sim sabem o que nos dizer e como o dizer ;o)
Jocas godasssssssssss ;o)
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:21
é verdade, mas ha uns anitos era mais chevala e as hormonas andavam acelaradas...e era a 1ª gravidez e claro que eu propria me preocupava como seria depois se conseguiria recuperar bem e isso tudo, talvez por isso me afectasse, hoje em dia sou diferente, sou mais eu, embora prontos...a giselle bunchen ainda me enerve...:o))))

beijocas
De energia-a-mais a 22 de Outubro de 2009 às 13:17
loool! desculpa mas a última parte do teu post fez-me rir de verdade! Realmente há pessoas que não têm mais nada que fazer...fartam-se de se intromenter a ver se a vida delas ganha mais colorido! mas de nada vale - a gravidez nunca foi igual em nenhuma mulher, nem a barriguinha, nem o que se sente antes, durante ou depois. Por isso o que dizem é irrelevante...
beijos muitos
De maebabada a 22 de Outubro de 2009 às 14:20
eu acho que agora na 2ª como assim do ciclo + restrito até fui eu que estive gravida em ultimo lugar não se atrevem a mandar palpites...agora que eu estava pronta:P, é como com os bebés...o que resulta para uns não resulta para outros....eu ca acho que palpites e conselhos dão-se quando alguém os pede, mas ha tanta gente que gosta de meter o bedelho...

beijocas
De Igraine a 23 de Outubro de 2009 às 13:29
Desculpem? Eu percebi bem? Vão-me dizer como dar de mamar, como isto, como aquilo? Mas afinal a mama é minha ou não? Olha que isto... A única pessoa que faço tenções que me ajude é a minha sogra, para onde vou nos primeiros tempos. Já não acho muita piada quando a irmã dela (que não tem filhos) começa a dar palpites... Se me começar a chatear muito juro que deixo de ir a casa das pessoas.

Quanto ao parto, começaram a tentar contar-me as mais variadas histórias já há uns tempos. Eu, já prevenida, limitava-me a rosnar "NÃO QUERO OUVIR". O namorido diz que nessas alturas eu até aumentava de tamanho, haha. Agora como já aprendi a desligar deixo falarem e vou fazendo "mmm, mmm". Não percebo, qual é o interesse de dizerem a uma mãe (ainda por cima de primeira viagem) que vai sofrer??? Não chegam já as outras ansiedades?

Beijinhos**
De maebabada a 23 de Outubro de 2009 às 14:07
vão....podes ter a certeza que vão....desde dizerem-te o que deves comer para teres muito leite até que deves começar pela mama esquerda ou pela direita, passando pela posição em que o deves fazer vão querer dar palpite em tudo...quanto ao parto eu ja nem falo de dizerem que vai doer e blablabla, falo mesmo de contarem historias tragicas com medicos maus e enfermeiras horripilantes, prepara-te:o)))) e para desanuviar, o parto doi, claro que doi, mas não é nada que não se aguente, não stresses, quanto mais descontraida estiveres melhor:o))

beijocas e tudo a correr bem
De Igraine a 23 de Outubro de 2009 às 18:04
Obrigadíssima pelas palavras aqui e no blog, deixaram-me muito sensibilizada :')

Em relação à comida já tinha ouvido, principalmente do bacalhau e da cerveja preta, hehe, mas de resto nada... Oh valha-me a santa...

Em relação aos médicos e enfermeiras até agora também só ouvi bem, mas quem sabe, quem sabe aproximando-se a data os relatos comecem a ser mais "Frankensteinianos".

O G. está engraçadíssimo, o que eu me ri com o post das camas. Deves ter ficado babadíssima!!!

Beijinho grande e mais uma vez obrigada*
De maebabada a 26 de Outubro de 2009 às 11:46
o G. é um safado :o)))

quanto ao resto descontracção e boa disposição é o que é preciso.

beijocas grandes

Comentar post

.links

.idade da M.

Lilypie First Birthday tickers